Entrevista com Ricardo Ramalho para a Navs Gridiron

  • 0

Entrevista com Ricardo Ramalho para a Navs Gridiron

Ricardo Ramalho é uma presença assídua no dia a dia dos Navigators, e decidimos por isso entrevistar uma das pessoas que mais carisma tem na defesa dos Navigators.

 

Como e quando se deu o teu primeiro contacto com o Futebol Americano?
Quando vi que o meu grande amigo Rui Costa tinha ido fazer os tryouts aos Navigators. Como sempre fui fascinado pelo que o jogo representa falei com ele e acabei por ir treinar. E por lá fiquei… Até hoje!

Depois disso, o que te levou a começar a jogar?
Um desafio a mim mesmo! É difícil, é complicado, é duro e não está ao alcance físico e anímico de todos? Então definitivamente é um desafio para mim!

Que conselho gostarias deixar aos que agora chegam de novo ao futebol americano no panorama nacional e em específico aos Lisboa Navigators?
Humildade! Sacrifício! Atitude! Aprendi ao longo destes anos com todos os meus companheiros de equipa e adversários que a parte física deste desporto é a mais fácil de ultrapassar! A alma, o querer e o crer estar e ser melhor, mesmo que não o seja, é mesmo o melhor que se retira do jogo! Capacidade de aprender o jogo, mas principalmente para se tornar um ser humano melhor. Se quiser singrar neste desporto estas são as principais características que alguém novo que entre precisa de ter!

Voltando ao presente. A época começou há dois fim-de-semanas e os Lisboa Navigators jogaram contra os Crusaders. O que julgas que correu melhor?
A vitória sem dúvida foi o melhor que aconteceu num jogo tipicamente de início de época, em que ambas equipas perderam pedras fundamentais nos seus planteis! E a atitude! A atitude foi tudo!

E o que pensas ter corrido menos bem?
O pior penso que foi a falta de efetividade dos ataques das duas equipas que raramente conseguiram concretizar jogadas quer de passe, quer de corrida! O facto dos habituais QB não se encontraram a jogar quer por lesão, quer por impedimento pessoal (que ao nível em que se encontra o nosso desporto se torna numa questão incontornável) prejudicou igualmente o decorrer do jogo.

Agora que tiveste o teu primeiro jogo e se conhecem os resultados de duas jornadas, o que esperas deste campeonato?
Ser heptacampeão! Se pensar abaixo desse objetivo não sirvo para representar os Navigators! Isto é o que espero de mim e da minha equipa! Das outras equipas? No campo se verá.

Antes de terminarmos, o que significa para ti ter espírito Navigator?
É ser campeão! Não só no sentido desportivo, mas principalmente na parte humana. Ser campeão na vida. Conseguir lutar contra todas as adversidades que ela te possa apresentar e tentar vencer sempre! Ser um lutador incansável e respeitável, ao qual nunca possam apontar o dedo da falta de vontade e atitude! Ter atitude vencedora sempre! Isso para mim é ser Navigator!


Leave a Reply

Queres saber mais sobre a prática do Futebol Americano e de Cheerleading?

%d bloggers like this: